segunda-feira, 26 de junho de 2017

Resenha (36/150): Theus, de Fabrício Viana | Por Salvattore #EuLeioBrasil

Imagem relacionada 
Sinopse: Esta é o quarto livro do escritor e bacharel em psicologia Fabrício Viana. Uma obra de ficção: "Junior se envolve com Ronaldo. Seus pais descobrem e o internam em uma fazenda religiosa para a cura da homossexualidade. Mas, assim que percebe que a cura não existe, Junior foge para São Paulo, onde conhece Gabriel e começa uma grande amizade e a busca de si mesmo”.

Será que ainda existe amor verdadeiro? E se existir, onde ele está? Em “Theus”, nosso personagem principal, que dá nome ao livro, vive a constante busca de sua felicidade no amor e nem imagina que ele estava mais perto do que esperava.

“Theus” é um romance escrito por Fabrício Viana, e trata sobre o amor entre duas pessoas do mesmo sexo de uma maneira sucinta e sem exageros. Os personagens trazidos pelo autor beiram a realidade pela forma como são descritos e cada emoção, história e sofrimento chegam ao leitor de uma maneira tocante.

Na história, Júnior (Também conhecido como Theus, por conta de seu nome Prometheus) busca incansavelmente a pessoa que o fará se sentir completo, já que sua vida sempre pareceu faltar algo. Na obra conhecemos como o garoto se descobriu homossexual e quem foi o primeiro romance de sua adolescência. Chegando a ser enviado por seus pais para um recanto que prometia curar gays, Júnior tem muito a nos contar.

Gabriel é o grande amigo de Theus,  o anjo que o ajudou quando ele mais precisou e é um personagem essencial para que possamos conhecer todas as formas de amor que Fabrício Viana busca trazer em sua obra. Relacionamento aberto, amor platônico, amor materno e paterno, autoaceitação, homofobia, banalização do amor são apenas alguns dos temas trazidos pelo autor em apenas 162 páginas.

Narrado em terceira pessoa “Theus” é um romance inesquecível e com um final surpreendente. Não tem como não se encantar pelo carinho de Gabriel ou mesmo pela ingenuidade de Júnior. Ou mesmo se apaixonar pela forma como o autor trata cada tema, como ele consegue fisgar o leitor em assuntos polêmicos e até mesmo que são pouco relatados na literatura.


“Theus” não é só mais um romance LGBT, é muito mais que isso. É um livro sobre o amor, seja ele qual for. É um livro sobre a busca da felicidade, e como nem sempre damos valor aqueles que estão do nosso lado. É um livro que trata da busca de si mesmo, de se conhecer e se aceitar do jeito que é. “Theus“ é necessário para que a sociedade saiba que não importa se o amor é entre duas pessoas do mesmo sexo ou de sexos diferentes, o que importa é que AMOR é sempre AMOR, e nada mais.

22 comentários:

  1. Ola
    Já é possível perceber que a temática é muito bem explorada nesse contexto, ainda mais por Theus ir em busca de sua felicidade, contrariando o que lhe foi imposto. Não sei como ainda não conhecia essa obra, mas parece ser bem interessante. Acho difícil encontrar livros LGBT no meio nacional, e fico muito feliz quando conheço um que parece compreender bem a respeito de todas as formas do amor.
    Beijos, F

    ResponderExcluir
  2. Olá! Bom que é um romance inesquecível com um final surpreendente. Não li nada de um romance entre duas pessoas do mesmo sexo. Bom que nesse livro tanta isso de maneira sucinta e sem exagero. Já conhecia a obra, ainda não tenho interesse der ler. Mas que bom que você gostou. Beijos'

    ResponderExcluir
  3. Oi, difícil eu ver algum romance LGBT tão bem recebido quanto esse na sua Resenha, ainda mais uma obra nacional. Muito bom ver quem em poucas páginas o autor conseguiu falar sobre tantas formas de amor. Bjs

    ResponderExcluir
  4. Oie...
    Confesso que não conhecia a obra, mas, voce falou com tanta convicção sobre a história que me bateu uma vontade de ler. Gostei de saber que o livro mostra a busca por nós mesmos...
    Dica anotada!
    Bjo

    ResponderExcluir
  5. Adorei a foto, haha.
    A trama não me chama atenção, então provavelmente não irei ler, mas adorei saber que tem representatividade no livro, pois é como você disse, não importa o sexo do casal, amor é amor e é só isso que importa!
    Valeu pela dica!

    Virando Amor

    ResponderExcluir
  6. Tenho muita preguiça de livros com capa assim, apelativas, mas por se tratar de uma narrativa que envolve personagens gays, acho que passaria pela capa e tentaria me envolver na história.
    Gostei da dica.
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Olá, tudo Bem? Eu precisei colaborar quando vi sua resenha sobre "Theus". Eu considero um dos melhores livros que li em 2017. A riqueza na história aliada a análise psicológica de Junior, assim como os assuntos abordados - a maioria deles mencionada em seu artigo. O autodescobrimento de Junior é algo envolvente e emocionante. E você disse bem referente a mensagem. O amor é sempre o amor. Adorei o seu artigo. Sucesso e um grande abraço.

    ResponderExcluir
  8. A capa deste livro não me causou curiosidade, tão pouco me fez ter desejo em conhecer a história, mas ainda bem que li a sua resenha e pude perceber que este romance me proporcionará uma ótima experiência.

    Fiquei com muita vontade de conhecer a história de Theus e todas as formas de amor envolvidas nesta trama.

    ResponderExcluir
  9. Olá, tudo bom?

    Não conhecia o livro e pela capa não chamou muito minha atenção. Mas lendo sua resenha fiquei com vontade de ler e pude perceber que o tema é muito bem explorado. Gostei muito de saber que o livro não trata do de romance, que o autor consegue ainda tratar de outros assuntos.

    Beijos:*

    ResponderExcluir
  10. Hey,
    Que bacana que a leitura tenha te agradado. Bastante curioso um livro com essa capa e ser LGBT, gostei da ideia. Também achei legal não ser só mais um romance. Acho importante disseminarmos o amor de qualquer forma.
    Espero ter a oportunidade de ler.
    Beijos,
    Um Oceano de Histórias

    ResponderExcluir
  11. Não curti essa capa, mas o fato do livro trazer uma trama LGBT é muito edificante. Precisamos de mais enredos assim pois representatividade importa muito.
    Eu nunca li nenhum livro LGBT e vou começar em breve com o livro Him.
    É como você falou, amor e amor!
    Que bom que você curtiu a experiência.


    Beijos

    ResponderExcluir
  12. Olá,
    gostei bastante da proposta desse livro, acho importe obras como estas e que elas sejam desenvolvidas tal como você falou que esta é. Afinal, um assunto tão real e atual como os relacionamentos homoafetivos devem ser mostrados em sua essência para que as pessoas ou a parte que não entendeu ainda, saibam o que de fato se busca quando se quer apenas ser amado.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  13. Olá!

    Viva a representatividade!!! Romances LGBTs são a forma de dizer ao mundo que todo amor é valido, que não é apenas a menina mais linda e o cara mais popular que tem direito a explorar esse sentimento, mas acho que é um assunto que deve ser tratado com cuidado, pois o autor está dando voz a uma dor antiga, a personagens da vida real que sofrem muito e é importante tratar todas as nuances com muito respeito. Pela sua resenha me pareceu que esse é o caso de "Theus" e eu fiquei feliz de saber que autor soube trabalhar o tema e criar uma obra digna dessa resenha belíssima. Espero ter a oportunidade de conferir por mim mesma em breve, mas por hora vou torcendo pelo sucesso do autor e da obra confiando na sua opinião.

    Beijos e Sucesso!!!

    ResponderExcluir
  14. Olá
    Nossa que premissa bacana, quando vi a capa jurava que era uma fantasia não sei por que.
    Ainda não li nada LGBT, mas por causa de oportunidade, pois são raro os que me chamam atenção...Esse me chamou muita atenção até pela forma que você resenheou. A premissa é instigante e fiquei curiosa para conhecer um pouco mais do Theu. Onde já se viu clínica de cura Gay, as pessoas não entendem que isso é uma forma de amor e deve ser valida é livre toda forma de amor. Amei a resenha, beijos...

    ResponderExcluir
  15. Olá!

    Primeiro de tudo: eu me assustei com essa capa e morri de rir com essas cuecas decorando o fundo da foto. Sensacional!
    Quanto à trama, como eu não gosto de ler as sinopses das resenhas que eu leio, já comecei a ler essa decidida a não ler esse livro (A preconceituosa, né?!), mas agora que sei que se trata de um romance LGBT, vejo o quanto essa leitura é válida. Acho que nunca li um livro deste cunho, por falta de oportunidade mesmo. Gostei muito da sua dica e deste último parágrafo.

    Ingrid Cristina
    Plataforma 9 3/4

    ResponderExcluir
  16. Oi!
    Achei a temática do livro muito interessante, precisamos de mais livros que falem de homossexualismo e todo o preconceito que essas pessoas sofrem com a família, convívio e principalmente os medos que elas sentem o tempo todo.
    Romances LGBT são ótimos, e fiquei bem curiosa com esse livro depois de sua resenha

    ResponderExcluir
  17. Olá, tudo bem?
    Não conhecia a obra, mas o fato de ser um romance LGBT já deixa bem curiosa e ansiosa para ler, amo livros que abordam esse tema, e ultimamente tenho lido uns que me decepcionaram muito.
    Dica anotada, e espero ler em breve.

    ResponderExcluir
  18. Oi, tudo bem? Tenho que confessar que essa capa não me chamou a atenção nenhum pouco... a história em si também não teve o poder de me atrair, mas saber que se trata de um romance LGBT já me deixou um pouco mais empolgada. Gostei de saber que essa obra trata bem mais que um romance com casal de mesmo sexo, mas que fala sobre a busca pela felicidade, e tudo mais... Espero ter a oportunidade para conhecer essa obra e que eu possa aproveitar tanto quanto você, vamos ver, né?!
    Um beijo
    www.brookebells.com

    ResponderExcluir
  19. Olá!
    Olha, pela capa jamais iria ler a obra, acho que não faz jus à mensagem linda que nos traz. Ando procurando mais livros com essa temática LGBT e gostei da premissa desse, principalmente por trazer essa mensagem tão bonita sobre o amor. Adorei poder conferir a sua resenha.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  20. OLÁ! TUDO BOM ? EM TODA MINHA VIDA LI APENAS UM LIVRO LGBT E CONFESSO QUE TINHA CERTO PRECONCEITO ANTES DA LEITURA, E OLHA FOI O MELHOR ROMANCE POLICIAL QUE EU LI NA MINHA VIDA RS. ADORO ROMANCES COM FINAIS SURPREENDENTES E QUE NOS DEIXAM COM GOSTINHO DE QUERO MAIS. COM CERTEZA IREI COLOCA-LO NA MINHA LISTA DE DESEJOS!

    ResponderExcluir
  21. Oii... Nossa të dizer que olhando para a capa do livro eu jamais iria imaginar que ele se Tratava desses assuntos.
    Achei bem interessante e audacioso da parte do autor juntar tudo isso em uma história única, mas confesso que no sei se no momento eu o leria apesar da sua crítica extremamente positiva


    Beijos
    Livros & Tal

    ResponderExcluir
  22. A capa não é muito atrativa, pelo menos para mim. Acredito que a história seja boa, afinal é muito bom ler sobre amor e aceitação, são coisas que precisamos reforçar em nós mesmos diariamente!

    Abraços!
    www.asmeninasqueleemlivros.com

    ResponderExcluir

Deixe-nos sua opinião sobre esta postagem.