quarta-feira, 14 de junho de 2017

Resenha (34/150): Projeto Grimório, de Mário Resmin | Por Salvattore #EuLeioBrasil


Sinopse: Você já imaginou viver em um planeta pós-apocalíptico, onde não existem os recursos que conhecemos hoje?Agora é a hora de vivenciar como seria, viver sem energia elétrica, sem comida pronta, sem água encanada, entre outras necessidades que temos hoje em dia.Todos vivem em uma aldeia que é sustentada pelas atividades exercidas pelos moradores, onde cada cidadão tem uma função. Certa noite, foram encontrados quatro bebês abandonados em uma casa, no meio da floresta, que receberam os nomes de Wolf, Dragon, Joseph e Poli. Após anos se passarem, essas quatro crianças mostram que são especiais e, com isso, vão ajudando no funcionamento da aldeia, até conhecerem Alben, um homem experiente que viu o mundo antes do apocalipse. Então, ele lhes apresenta um livro mágico chamado grimório, que dará a eles acesso aos seus poderes ocultos e à magia.Mas, para chegar até seus grimórios, os quatro meninos passam por muitos treinamentos e, consequentemente, por muitas lutas com criaturas de outras dimensões. Até chegarem ao seu grande e verdadeiro obstáculo.

Um mundo devastado. Animais domésticos que voltaram a ser selvagens.Cidades fantasmas. Uma aldeia que tenta reconstruir tudo o que a guerra destruiu. Pessoas que lutam por um mundo melhor. Que caçam, plantam e vivem em harmonia. Este é o cenário do enredo de Mário Resmin: Projeto Grimório. Já pensou em viver sem celular? Sem computador? Sem ao menos energia elétrica? O autor imaginou, e trouxe isto em uma distopia que vai te surpreender.

Quatro bebês chegam misteriosamente naquela aldeia, e mudam todo o destino daqueles que os acolheram. Wolf, Dragon, Joseph e Poli são crianças que após conhecerem um mago, descobrem que não são iguais a todas as outras. Poderes ocultos e muita magia rodeariam suas vidas a partir dali. Mas para isso eles precisariam aprender a criar seus Grimórios. Grimório é um livro de conhecimentos mágicos, como um diário de magia, onde seus mestres guardavam cada poder que aprendiam a controlar.  

Escrito em Terceira Pessoa, o livro consegue nos mostrar uma visão geral dos acontecimentos que rodeiam a história. Com uma linguagem relevante, o leitor conseguirá sentir uma proximidade com os personagens descritos no enredo. E essa é uma característica primordial de Projeto Grimório, pois enquanto conhecemos os poderes dos Filhos da Luz, vamos adentrado na vida da comunidade e conhecendo seus costumes.

O interessante do livro de Resmin é que mesmo em meio à um mundo devastado, ainda encontramos um povo que vive em busca de harmonia. Em rodas de conversa, onde os aldeões tomavam seus chimarrões, o leitor conhecerá lendas e costumes do Sul do Brasil, e tenho isso como um ponto positivo para essa distopia. Afinal, é a primeira vez que um livro com foco em crianças poderosas consegue trazer costumes brasileiros para as páginas.

Um grande mal teria que ser enfrentado pelos garotos se eles quisessem proteger quem os amava, e claro proteger a Terra de uma nova devastação. E o leitor participará de todas as decisões, aventuras e surpresas que Projeto Grimório reserva.


Livros mágicos, crianças com poderes especiais, um Brasil vivendo uma nova era e poderes demoníacos querendo dominar a Terra. Este é Projeto Grimório, de Mário Resmin, publicado pela Pandorga Editora. Este livro e nada mais, que a prova da evolução da literatura nacional. O livro é o primeiro de uma série, então tem muita aventura vindo por ai.

22 comentários:

  1. Sem palavras.... Não sei o que dizer para agradecer essa oportunidade de ter meu livro resenhado por vocês... Este é um presente que faz valer a pena todo o esforço e batalha que os escritores passam para publicar no Brasil... Mairton, de coração, Muito obrigado!

    ResponderExcluir
  2. Ola
    Nossa, fiquei fascinada por essa premissa e curiosa demais pela ambientação. Nao sei como nao tinha lido nada a respeito, mas gostaria muito de ler e saber mais sobre esse desenvolvimento envolvendo um lugar dwvastado, crianças misteriosas e os outros elementos comentados por você. Obrigada pela indicação!
    Beijos, F

    ResponderExcluir
  3. Oi
    Nossa que interessante, uma mistura de elementos literários bem incomum, né? E em uma obra nacional, concordo com você que a literatura brasileira está evoluindo consideravelmente os novos autores estão chegando mais atentos e preparados e pouco a pouco vão conquistando o seu espaço de direito. O livro parece muito bom, mas não faz meu gênero de leitura então não o lerei, mas desejo que a experiência seja maravilhosa para todos os que resolverem lhe dar uma chance.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  4. Olá, tudo bom?

    Não conhecia a obra mas a premissa chamou muito minha atenção, ainda mais por se passar no Brasil. Gostei muito da dica, com certeza vou ler.

    Beijos:*

    ResponderExcluir
  5. Oie, tudo bem?
    Gente, a literatura nacional tá ficando cada vez melhor! Fiquei super curiosa sobre esse livro, apesar da capa e tema me assustarem um pouco, eu amo distopias e super quero conferir essa em particular! Parabéns por divulgar o trabalho do autor!

    ResponderExcluir
  6. M0rro de amor quando conheço um livro de literatura fantástica ambientado no nosso pais. Quero correr pra livraria e comprar agora mesmo.
    AMEI A DICA.
    BEIJSO

    ResponderExcluir
  7. Olá, eu ainda não conhecia esse livro mas depois da sua resenha já é uma leitura que consideraria fazer. Achei super interessante o fato de ser uma distopia onde a tecnologia retrocedeu e, especialmente, por trazer um pouco do Brasil na trama, além disso super curto essas coisas de magia, poderes, grimório.

    ResponderExcluir
  8. Olá!
    Mas uma distopia que parece incrível. E o melhor, ainda é nacional.
    Fiquei curiosa para conhecer um pouco mais das 4 crianças e as suas magias. E o que elas enfrentam também.
    Sendo no Brasil, fiquei com um pé atrás por não saber o que esperar. Mas por ser um livro nacional, darei uma chance.
    Ótima dica.

    ResponderExcluir

  9. Olá! Livros de fantasia são os meus prediletos. Saber que esse além de muita mágia é um livro nacional apenas aumenta meu interesse. Gosto de livro com seres mágicos e poderes mais não curto muito livros com demônios. Porém, você além de me apresentar a obra me deixou curiosa em ler. Beijos'

    ResponderExcluir
  10. Oie! Tudo bem?

    Não conhecia a obra, mas acredito que se em algum momento eu realizar a leitura dele, irei gostar do que vou encontrar na obra, amo fantasia, ainda mais sendo nesse estilo desse livro! Meu único medo é não gostar da parte dos demônios, mas irei com certeza procurar mais sobre a obra!

    Bjss

    ResponderExcluir
  11. Oi!
    Achei fantástica a proposta desse livro, principalmente por não cair na mesmice de livros de sobrevivencia onde as pessoas tem sempre que desconfiar do que está do seu lado.
    Achei muito bacana essas crianças com poderes e o mau que elas vão enfrentar, já estou doida de vontade de ler

    ResponderExcluir
  12. Oi! Preciso dizer que livros de Fantasia geralmente me atraem, no entanto, o fato de ser narrado em terceira pessoa me desanima por demais... O enredo é totalmente diferente, tem um cenário muito diferente e faz o leitor pensar sobre uma sociedade que, eu por exemplo, não sei se conseguiria viver. Mas gostei do fato de que elas terão que escrever seus grimórios e aprender sobre seu lado de magia para conseguir vencer o grande mau... A única coisa que eu não gostei foi a narrativa em terceira pessoa, não sei se leria agora, mas definitivamente é uma obra que vou manter em mente!
    Um beijo
    www.brookebells.com

    ResponderExcluir
  13. Olá.
    Sou fã de distopias, e um enredo com crianças poderosas e costumes brasileiros não pode ser dispensado não é?!
    Beijos

    ResponderExcluir
  14. Olá!
    Eu fiquei bem interessada nesse livro por se tratar de fantasia, um gênero que simplesmente amo. Acho que a narrativa em terceira pessoa combina muito bem com o gênero, e o fato de ser uma série com certeza me deixa mais animada para realizar essa leitura. Dica super anotada, espero poder conferir em breve.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  15. Olá!
    Sou a louca das fantasias, agora, nesse estilo, não li nenhuma. Fiquei em choque por saber da chegada deles e achei isso muito interessante. Adoro essa ideia de enfrentar um grande mal e espero ter a oportunidade de ler esse livro, porque, preciso rs.
    Beijos

    ResponderExcluir
  16. Olá, tudo bem?
    Vou ser sincera, a capa não me agradou muito, mas a obra em si parece ser bem interessante, vou anotar aqui para uma leitura futura.
    Um beijo.

    ResponderExcluir
  17. Olá!
    Eu amo esta capa mas ainda não tive a oportunidade de ler este livro.a premissa dele me chama muito atenção .
    Tem muitos anos que não leio fantasia
    E amo quando tem crianças envolvidas para combater o mal.pretendo ler em breve

    ResponderExcluir
  18. Oi, tudo bem? O plot não é novo, mas adorei a história se passar no Brasil. Amo literatura nacional e um dos maiores motivos é exatamente por poder ver o conhecido retratado nas páginas de um livro. Não conhecia o livro, mas amei a dica.

    ;D
    Nelmaliana Oliveira

    ResponderExcluir
  19. Literatura fantástica em um mundo pós apocalíptico com referencias a cultura e criaturas do Brasil? Gente... Quero esse livro pra ontem!
    Amei a premissa e pela sua resenha o livro é bem escrito, o que me deixou mais ávida para lê-lo.
    Só eatou vendo lançamentos maravilhosos dessa editora, vou ficar de olho agora.
    Abs e parabéns pela resenha ^^

    ResponderExcluir
  20. Não conhecia o autor e sua obra, o tema é legal. Tomara que ele saiba bem utilizar os elementos mágicos que colocou na história, pois a magia já é bem criticada desconhecidamente. A capa não parece ser de uma tribo em harmonia não, huahuha!

    Abraços!
    www.asmeninasqueleemlivros.com

    ResponderExcluir
  21. Eu não tenho o costume de ler livros de fantasia então a leitura não será pra mim tão agradável quanto foi pra você. Ainda assim, não gosto de julgar assim, sem maiores pesquisas. Farei isso e se o interesse surgir, eu leio. Beijos!

    ResponderExcluir
  22. Oie...
    Ainda não conhecia a obra em questão, mas, voce falou com tanta convicção que, mesmo não sendo um genero que eu tenho o hábito de ler, me interessei na leitura. Achei a premissa legal e os personagens carismáticos.
    Valeu pela dica!
    Bjo

    ResponderExcluir

Deixe-nos sua opinião sobre esta postagem.